Os 10 erros mais comuns ao se enviar um link para o Uêba

Uêba - Gilberto Soares Filho -

Sei que é óbvio, mas para quem não conhece o site e chegar aqui por um motivo qualquer, vale a explicação de que o Uêba opera como um intermediário entre duas pontas, de um lado o produtor de conteúdo que está em busca de tráfego, ou seja, de visitantes, e de outro o visitante que está procurando conteúdo que seja legal, curioso, inusitado, etc., e esta função de intermediador, exercida mais precisamente este que vos escreve aqui, consiste em tentar filtrar o conteúdo dos produtores para que os visitantes do site tirem o máximo proveito.

O que alguns produtores parecem não entender, é que promover seus sites não é a atividade final do Uêba, a atividade final é entregar conteúdo com qualidade e de forma clara ao usuário. Já a promoção de sites, com alavancagem de tráfego, é umfeliz efeito colateral que alguns produtores conquistam.Sim, conquistam. Minha resposta padrão àqueles que agradecem por ter conteúdo publicado no Uêba é: “não precisa agradecer, se seu link foi aprovado, o mérito é puramente seu”. E é, o meu conteúdo são links, se eles são bons, fazem do meu um bom site. Lá, eu não ligo para grife de site/blog, só ligo para uma coisa: “o usuário do Uêba vai gostar deste link?”. E eu sei que nem sempre acerto.

Esta postagem visa principalmente os produtores de conteúdo, que colaboram com envios ao Uêba, mostrando 10 dos erros mais comuns e impeditivos no envio de links, e sua respectiva solução, quando houver.

1.   Fontes, as benditas fontes: sendo simples e direto, se na postagem de uma notícia ou algo derivado de notícia em um blog não puder ser encontrado um link para algum site que corrobore o material, o link não será liberado. Mesmo que a postagem seja muito interessante, ela será descartada.

Solução: cite fontes, elas lhe dão mais credibilidade de forma geral, não apenas na hora de ter link aprovado no Uêba.

2.   Enxurrada de links: Não envie mais de três link por dia, é perda de tempo...Eu opero sob a suposição de que quando alguém envia muitos links de uma só vez, este alguém não se deu ao trabalho de ser criterioso ao enviá-los. Se este alguém não se dá ao trabalho de selecionar o seu próprio conteúdo, eu também não me darei. Neste caso todos os links são apagados sem análise de conteúdo.

Solução: envie o que você olhar e achar que realmente é uma postagem muito boa, qualidade, e não quantidade.
aaa
3.   Títulos falsos, apelativos OU ESCRITOS EM LETRAS MAÍUSCULAS: quando eu digo que todos os links são verificados, é porque todos os links são verificados. Um dos motivos de que os visitantes do Uêba gostam dele é o fato de que vão encontrar o conteúdo que está na descrição. Tentar jogar na esperança de que um link vai ser aprovado sem verificação é furada, simplesmente não acontece. QUANTO AO LETRAS MAIÚSCULAS, EU NÃO PRECISO REALMENTE EXPLICARA, PRECISO?

Solução: só envie links com título condizente.

4.   Páginas com rádio embeded: muitos dos usuários do Uêba acessam ao site em computadores que se localizam em ambientes de trabalho, rádios online podem prejudicar estes usuários. Se o site tem rádio o link é descartado sem análise de conteúdo. Eu falei mais longamente sobre este assunto aqui.

Solução: só envie link para o Uêba se um dia você retirar a rádio online de seu site/blog.

5.   Próxima gata da capa, ou fotos vazadas: todo mês é o mesmo lengaleng; quando é anunciada a próxima capa de qualquer revista masculina entram vários links anunciando isso, para alguns dias depois entrar outros tantos anunciando que a revista chegou às bancas. Este tipo de informação é tão difundido, que salvas raríssimas exceções, também é descartado sem análise de conteúdo.

Solução: não envie este tipo de conteúdo, salvo no caso de ser um furo realmente digno de nota.

6.   Material ilegal: não me interessa se aquele arquivo com um crack que você hospedou no RapidShare é fantabuloso, se você conseguiu o pdf da Playboy de maio do ano que vem, ou se o link para baixar o Heroes que acabou de sair é o mais rápido do universo. Links para pirataria simplesmente não são liberados.

Solução: não envie que não será aprovado.

7.   Link de Link: A única ocasião em que um link de link é aprovado é aquela em que seja necessária uma explicação para o conteúdo daquele site seja imprescindível. Em algumas ocasiões apesar de não se imprescindível, uma explicação bem elaborada ajuda na utilização de um site em idioma estrangeiro. Por “bem elaborada” eu quero dizer que explicações meia-boca não serão levadas em consideração.

Solução: quando o link não demandar explicações, não tente inventar um motivo, envie o link direto do conteúdo, isso será lembrando quando você fizer outros envios.

8.   Postagem “mercado Persa”: Nada contra ganhar dinheiro, longe de mim. Mas tem postagem de blog que mais parece um “mercado Persa”, o blogueiro está tão preocupado meter links de afiliados que esquece, propositalmente ou não, de postar links adicionais para o conteúdo à que se propõe a postagem. Nada contra ganhar dinheiro, mas quando eu vejo uma postagem que me faz clicar em um link de afiliado achando que é um link de conteúdo, eu simplesmente a descarto.

9.   “Este é o meu site, e ele é o melhor do universo”: Parabéns, que legal! Espero que você tenha muito sucesso no seu site, MAS, se você quiser que eu publique algo dele no Uêba, envie o link de uma postagem, um link para conteúdo. Eu não publico link para capa de site/blog. Na realidade o meu sistema detecta este tipo de link, e coloca um aviso vermelho escrito: “Link para página principal”. Dependendo da descrição o link é verificado ou não, mas na grande maioria das vezes ele é descartado sem análise de conteúdo.

Solução: ser você for miguxo/miguxa, deculpe, não há solução. Se você for uma pessoa normal, envie o link de algum conteúdo específico.

10.   Contos, Crônicas, Críticas e Poesias: é muito difícil ser feita a avaliação deste tipo de conteúdo. Se eu fosse publicar o conteúdo estaria apenas refletindo meu gosto pessoal, não há maneira de ser objetivo. Então, este tipo de conteúdo quase sempre é descartado, novamente, salvas raríssimas exceções.

Solução: procure enviar conteúdo deste tipo apenas se ele for realmente muito bom e curto. Se não for, as chances de aprovação é próxima ao nulo.

Bom proveito!

Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
Powered by Zendesk